Arquivo de setembro \26\UTC 2012

26
set
12

Nova Iorque – Ate entao.

Imagem

Entao.

Primeiro gostaria de dizer que a pontuacao estara ausente pois meu teclado nao possui padrao ABNT e eh um processo chato ficar trocando configuracao de teclado. Mesmo assim alguns acentos se perdem pois a tecla no teclado US simplesmente nao existe, portanto peco um pouco de paciencia e imaginacao por parte de quem lerah isso.

1 mes que estou aqui aproximadamente e ja digo que nao quero mais voltar. Tirando o fato de que a cidade eh 30000x melhor que o Rio de Janeiro em planejamento e servicos em geral, nem falo pelo simples fato que eu nao perco 2 horas da minha vida no transito para assistir as aulas. Falo no sentido do quanto eu sei que posso crescer estando aqui.

Meu ingles melhorou muito nesse 1 mes que estou aqui. Consigo manter papo, fazer piadas e ja apresento trabalhos para turma durante as aulas (O que me permitiu tirar risadinhas do pessoal as vezes. Errava a pronuncia de uma palavra e dai soltava uma piadinha, todos dao risada e meu erro passa desapercebido.)

Tudo se resume em – fresh start – inicio novo. Deixar tudo para tras e poder se focar em algo novo. Minha vida como adulto, como homem e pessoa comecou definitivamente agora. Nao quero ter de voltar para minha velha vida e quando me refiro a velha vida nao falo apenas da localizacao geografica, essa nao terei escolha, mas falo da minha autonomia adquirida. Estou sendo pago para estudar. O que eu sempre quis. Poder ser pago para estudar.

A universidade e as aulas que estou tomando estao sendo bem mais do que eu esperava. Estou aprendendo coisas que jamais sequer conhecia e tentando tirar um pouco da metodologia e pensamentos ultrapassados que adquiri la no ensino brasileiro. Habitos principalmente. Aprender.

A cidade em si, nao foi um grande choque. Esperava chegar aqui levando porrada nos primeiros meses ate me acostumar, mas nao aconteceu. A transicao foi boa e nao falo isso no vislumbre de “OH MEU DEUS EH NOVA IORQUE TROLOLOLOLOLOLOLOLOL” nao. Ela eh uma excelente cidade para se morar, nao mentirei, mas falo sobre o que para mim define essa megalopole – diversidade cultural.

Tem-se e ve-se de tudo aqui. Mesmo. Posso conhecer um pouco de varias culturas apenas visitando bairros dominados por estas. As pessoas sao o que sao na rua. Coloridas, chamativas e descabidas. Nao importa o quanto voce seja punk ou gotico, passara desapercebido pela grande maioria. Menos por este brasileiro aqui, que fica :O ao ver uma japonesa de cabelo abobora e roupas rasgadas andando na rua.

E nao precisar de ferro de passar roupa! Hahahahahahaha! Sensacional!

Viver experiencias novas, conhecer muita gente e aprender pra caralho. Enfase no PRA. Meu objetivo principal aqui, acumular todo tipo de conhecimento.

O melhor ate agora? Pegar meu mp3 player, colocar roupas leves e ir andar no battery park e ir seguindo pro norte apreciando a paisagem.

Se sentir realmente em paz consigo mesmo.




Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.