Posts Tagged ‘nerd

16
mar
10

Apocalipse Zumbi

Olá pessoas. Após diversos posts sérios resolvi escrever algo nerd e inútil. Pois é. Aqueles assuntos que ninguém pensa, ou se já pensou não durou mais que 2 minutos ponderando acerca do assunto. A graça é ponderar e levar o negócio a sério e pensar nas diversas hipóteses acerca daquele absurdo inútil. É o que farei agora.

Zumbis tem alma?!

Partiremos do pré-suposto que almas existem e funcionam como descritas pelo espiritismo. Visto que essa doutrina detalha com certa especificidade o que seria alma/espírito.

Qual a explicação que o espiritismo dá? Quando morremos, desencarnamos. Nossa alma deixa nosso corpo e vamos para uma espécie de outro plano de existência. Reencarnamos em outro corpo e voltamos a existir neste plano que nos encontramos. Acontece que um zumbi como conhecemos é alguém que morreu e voltou. Acontece que o “voltar” não é como reencarnar, visto que volta-se no mesmo corpo, mas com funções limitadas. Zumbis tem raciocínio limitado, não se comunicam e são ferozes. Quase que bichos, deixando de lado sua essência humana. O homem mais bondoso do mundo, caso virasse zumbi, jamais iria praticar boas ações. Iria querer cérebro!

Colocado o problema, zumbis teriam alma? Vamos pensar. Vampiros na maioria dos filmes/RPGS/livros são considerados mortos-vivos. Zumbis são mortos-vivos também. Acontece que vampiros não morrem para voltar como vampiros, eles se tornam vampiros. Vivem por milhares de anos, mas mantém memórias e traços de suas personalidades. Vampiros podem ser malvados ou bondosos, raciocinam e não necessariamente são ferozes matadores impiedosos. Portanto eu diria que vampiros possuem alma, pois carregam características que somente uma “alma” poderia lhes conferir.

Se vampiros são mortos-vivos e possuem almas, zumbis possuiriam uma também? Vejamos algumas hipóteses.

Sim – Pois se considerarmos o caso de um vírus, como em Resident Evil e afins, o vírus seria responsável pelo comportamento errático das pessoas infectadas, portanto a alma permaneceria. Acontece que como qualquer virose, se não tratada com medicamentos não há alma que resista. No caso de um vírus que nos tornasse zumbis, mediante cura, a pessoa voltaria ao “normal”.

Não – Pois mesmo vírus ou não, as pessoas morrem e algumas horas/minutos após suas mortes retornam no estado errático. Portanto a alma já teria deixado aquele corpo, desencarnado. O corpo seria apenas funções fisiológicas limitadas, controladas pelo vírus que se alastrou naquele sistema. Nada mais que um hospedeiro controlando aquela matéria.

Se não existir porra nenhuma de alma, simples. O vírus altera nossas funções cerebrais e ficamos porra louca devoradores de cérebro, tomamos uma bala na cabeça e cabou-se. Muito mais simples, lógico e elegante. Pena que nem todos pensam assim e essa idéia de “alma/espírito” é bem forte na maioria das pessoas.

Ficando com a primeira hipótese, do sim, aqueles infectados e eventualmente mortos após comerem meio quilo de cérebro, sofreriam muito no “pós-vida”? Iriam sofrer punição por terem cometidos atos terríveis enquanto dominados pelo vírus? Ou os espíritos evoluídos ou o que quer que seja, iriam aliviar a barra e ver que não foi culpa daquela pessoa, pois estava infectada? Hmmmmm.

Bonzinhos, malvados, não me importa. Se eu estivesse nesta situação, iria matar o máximo desses malditos possíveis. Seria como nos filmes, com piadinhas e muito sangue. Talvez eu pirasse de vez, diante de situação tão surreal e virasse um sanguinário matador de zumbis hehehehehehe. “Kill all the son of bitches. That´s my official instructions.” – Ellis

Espíritas de plantão, fiquem a vontade para pensar a respeito. Só não venham com respostas como “zumbis não são possíveis de existir!”, pois para quem acredita numa alma imortal, zumbis seriam tão certos quanto a gravidade.

04
nov
09

Jedaismo e Religião

Olá “pessoar”! Hoje resolvi fazer um post nerd! Mesmo! Segui o conselho do meu amigo Fred. Interrompi o “Culto à carga” para um breve post nerd sobre Guerra nas Estrelas.

Estava ontem a noite lendo o Novo Testamento quando me deu esse estalo. Lembrei que na Inglaterra alguns anos atrás, uma galera fez um abaixo-assinado querendo que o “Jedaísmo” fosse aceito pelo Estado inglês como uma religião oficial. Não sei como ficou se eles conseguiram ou não, mas pensando ontem cheguei a conclusão que “a força” em que os Jedis do filme tanto acreditam não é religião. Os Jedis não são religiosos. Irei explicar qual razão de eu concluir isso.

Fé e força!

O que é a fé? É um sentimento/experiência pessoal e intransferível. A fé se manifesta em nós com o intuito de “depositarmos” ela em algo. Os religiosos em seus Deuses e milagres. Ter fé em algo é crer nesse algo, independente desse “algo” ser sustentável ou não.

O que é a força? A força do contrário do que muitos acham, não é um sentimento ou uma experiência pessoal. É nada mais que um fenômeno da natureza que existe no universo de Star Wars. A força tem embasamento quase científico (dentro dos filmes, por favor, não estou sugerindo que ela exista de fato!) os “Midi-chlorians” que podem ser detectados em exames de sangue. Meios de se coletar evidências para saber se aquele ser tem influência na força ou não.

Força e Ciência!

Em um devaneio nerd, tentei imaginar a teoria da evolução (Darwin) no universo de Star Wars. Seria a capacidade dos seres manipularem a força, uma característica adquirida através da seleção natural? Bom, eu descartaria isso visto que não só os seres humanos, mas quase TODAS as espécies do universo podem ser Jedis. Basta ver o bando de jedis esquisitos que tem nos filmes. Nego com chifre, cara de dinossauro, um abacate (Yoda), um cabeça de espiga de milho e por ai vai.

Logo se considerarmos o evento “manipular a força” como algo improvável e DIFICÍLIMO de se ocorrer (em termos evolutivos isso seria um desbunde!) imagine esse algo DIFICÍLIMO de se ocorrer ter acontecido igualmente em TROCENTAS espécies. Imaginei agora Willian Lane Craig dizendo que “Logicamente foi Deus quem colocou essa característica nas espécies de Star Wars!” hehehehehehehe.

Concluo que devido a gigantesca improbabilidade disso, essa teoria para explicar o surgimento da força teria de ser descartada quase.

Os Jedis não tem “fé” na força. Eles não acreditam que ao ter fé na força eles serão capazes de saltar mais alto ou mover pedras com o pensamento. Eles SÃO capazes de pular mais alto e eles MOVEM pedras com a mente. Percebam a pequena diferença. Eles sabem que podem, não acreditam. Pois a força é um evento amplamente estudado e demonstrado no universo. Academias para se treinar o uso dessa “força” existem (no filme!). Ela é um fenômeno amplamente conhecido e difundido. Força é ciência não religião.

Tentar trazer a força e dar uma conotação religiosa nela como os ingleses fizeram anos atrás é um tremendo erro. Apesar que “na vida real” a força não passaria de fé mesmo. Os caras tem fé nela, mas não conseguem mover uma xícara de café com ela. Nem sequer dar um salto 3x maior que o normal. Que peninha.

Bem encerro esse devaneio UBBER 1337 NERD hAx0RZ. Abraços a todos e que força NÃO esteja com vocês! (Ela não existe!)




Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.