Posts Tagged ‘O Segredo

11
mar
10

O Segredo – Finale.

Bom, após longa demora (peço desculpas a quem acompanha este blog, ando muito relapso mesmo) irei postar considerações finais acerca deste documentário patético chamado “O Segredo”. Irei abordar dois argumentos muito interessantes com mais profundidade. O do efeito placebo e das “experiências” pessoais inventadas demonstradas pelo documentário.

Efeito placebo? What the fuck?!

Bem em certa altura do campeonato é mencionado o “efeito placebo” no documentário. Aquele que leva a concluir em alguns casos, que a nossa mente pode exercer uma influência sobre nosso organismo. Os testes duplos-cego da farmacologia, demonstram que em muitos casos, as pessoas melhoram de algumas moléstias ingerindo apenas pílulas “de açucar”, sem que saibam. É dito a elas que estão ingerindo a medicação correta. Curioso não? O que isso indica? Eu particularmente diria que isso abre a possibilidade que o nosso cérebro possui mais potencial do que imaginamos. Que de fato nosso pensamento positivo pode influenciar na melhora de uma doença. Pode não é. É uma possibilidade. Talvez um estudo mais aprofundado acerca dos placebos demonstre que esse efeito possui uma causa muito mais simples. Não entrarei neste mérito, pois não é o foco do post.

O problema do documentário, foi utilizar deste estudo para uma interpretação completamente descabida. O estudo não demonstra que nossos pensamentos afetam o externo. Se pensarmos na nossa cura e acharmos que estamos tomando o medicamento verdadeiro, melhoraremos, mas se eu desejar com toda a minha fé infinita que meu amiguinho irá melhorar da doença dele, não irá mudar em nada!

A grande falha do argumento foi justamente essa – pegar um estudo que demonstra X e querer pular pra Y. Acontece que o caminho do X até o Y não foi demonstrado em momento algum no documentário. Apenas “expandem” o efeito placebo para tudo. “Se acreditarmos que estamos tomando um remédio nos cura, logo se imaginarmos a cura do outro também irá surtir efeito.” Não! Pular para essa conclusão ciclópica, exigiria um puta estudo para determinarmos coisas simples como – como é uma “onda” cerebral fisicamente? Magnética? Rádio? Como ela se comporta? Ela sequer existe? Dentre outras. Concluir essa cagada baseada nos estudos do placebo foi um erro gravíssimo. Mais uma vez ponho em cheque que malditos cientistas são esses que participam do documentário? Enfim…

A mulher se curou do câncer! OH MY GOD!

Bom pra ela. E? Então se uma pessoa se cura do câncer de maneira misteriosa (o que eu nem sei se foi, visto que não se deu nenhuma informação acerca) não nos leva a concluir que o universo atende nossos pedidos. Se analisarmos estatisticamente o número de pessoas que possuem câncer e se livram dele “misteriosamente” concluiríamos que o universo ou é seletivo ou não existe porcaria nenhuma de lei da atração. Eu fico com a segunda. Esse exemplo é igual o caso das “curas milagrosas” que os religiosos costumam usar como evidência irrefutável da existência de um deus. O número de pessoas que foi constatado curas misteriosas, são tão poucas, mas tão poucas que mal constituem uma evidência que corrobore sua conclusão. Vai me dizer então que as pessoas que não se curam da AIDS, câncer e qualquer outra moléstia não estão desejando melhorar corretamente? Espero que esse argumento cretino não seja utilizado.

Curioso que para todos que acreditam nessa palhaçada que é O Segredo, ele é algo irrefutável e super explicado – verdade nua e crua. Eles se tornam céticos para tudo, mas quando o papo é o segredo dai o ceticismo vai por água abaixo. Conseguem acreditar numa baboseira dessa que nem sequer consegue ser demonstrado satisfatoriamente em um simples documentário.

Recomendo – assistam. É engraçado e surreal. Parecia o Silas Malafaia/R. R. Soares com aquelas teorias da prosperidade evangélica. Encerro minhas colocações oficiais acerca desse lixo. O Segredo – reinventando a função de deus, mas com uma pitada de pseudo-ciência.

07
mar
10

O Segredo – Revelado!

Bom como prometido, no post anterior eu expliquei o que é essa porra de segredo, com base no documentário. Agora é a parte mais divertida – sentarei a lenha e direi por quais razões esse segredo não trás nada de secreto – é uma bela gigantesca falácia. “Aqui é aonde a diversão começa…

Por que o segredo é muito improvável de ser real?

Bom o documentário não demonstra nada que nos dê pelo menos o benefício da dúvida. Não demonstra estudos que corroborem com a visão de universo que eles tentam demonstrar. Não possui a menor evidência que nossos pensamentos influenciam a nossa realidade a volta. Não demonstra de maneira alguma que nossos pensamentos emitem “ondas” que atraem as coisas. As evidências que o documentário mostra são todas experiências pessoais não demonstráveis (e possivelmente mentirosas). O cara que mentaliza vagas no estacionamento, a mulher que riu até o cu cair e curou câncer e o outro que comprou a casa que havia mentalizado anos atrás. Não satisfeitos, como uma forma desesperada de dar suporte a esta baboseira toda, eles enchem de metafísicos, médicos e físicos para darem depoimentos. Acontece que nenhum deles em momento algum fala da parte “técnica” da lei. Apenas dizem que ela é como qualquer outra lei física. Isso tudo para logo em seguida os mesmos utilizarem termos como “milagre” e “mágica” para definir os fenômenos gerados pela Lei da atração. Pergunta – Alguém já viu o milagre da gravidade? E a mágica do evolucionismo? Hmmm.

Isso constitui evidências? NÃO! Esse documentário é o que então? Lixo! Isso mesmo! Nada. Zero. Porcaria nenhuma, do ponto de vista científico. Tendo esse lado atacado, vamos para o próximo.

Mas e as pessoas que acreditam? E as experiências relatadas no filme?

As pessoas que acreditam? Hmmmm, ok (contra essas, não há o que se fazer). As experiências? Vamos lá.

As experiências do filme, ao meu ver, não passam de experiências extremamente comuns. Pessoas que prosperam. O cara que ganhou dinheiro a rodo e hoje é milionário. Simples – conquistou tudo pois foi esperto e trabalhou para tal. É muito simples o raciocínio, coloquemos assim :

Você andou distribuindo milhares de curriculos por ai. Passaram-se uns meses, e você foi finalmente chamado. É efetivado e começa a trabalhar. O que é o mais lógico a se concluir? “Legal, alguém gostou de mim/minhas aptidões, logo fui contratado” ou “Fui contratado! O UNIVERSO ME AMA!”. Preciso responder?

Você atrai as coisas que pensa. Oras, eu vivo reclamando e pensando asneiras. Nunca me aconteceu nada de errado. Vivo pensando coisas absurdas o tempo todo. Quantas pessoas queriam estar melhores de vida? Elas estão “pensando” errado? Existem pessoas esfomeadas no mundo, pois ao invés delas pensarem na sensação de barriga cheia, elas estão pensando na barriga roncando? Certamente…

Não consigo deixar de rir (duramente) dessa visão cretina do universo. Uma espécie de mamãe, que se “mentalizarmos” bastante as coisas se materializam. Mas que diabos? No filme você vê pessoas pedindo bicicletas, cheques, carros. O universo com uma gigantesca vitrine, onde através de mentalizações diárias do nosso desejo, obteremos o produto. Patético.

Outra coisa é que maldito segredo é esse? Da onde surgiu? Mostra-se no início do documentário, um cara copiando uma placa esmeralda e fugindo. Egípcios. Ao longo do documentário só falam que o “segredo” existe de uns 2000 anos pra cá.  Não dizem suas origens, nem da onde veio. Não mostraram a pesquisa histórica que levou a tal conhecimento. Temos de crer que era algo antigo, encontrado por um grupo de charlatões afim de ganhar dinheiro com a crença alheia. Vamos dar um novo nome e função a Deus! Será o universo, provedor de tudo. A babá cósmica perfeita.

Se é tão imbecil, por que vendeu tanto?! Por que tanto sucesso?!

Simples. Amparo divino. Quem não gosta de achar que possui algo especial vigiando-lhe 24 horas? Um “universo” a sua disposição para lhe prover tudo que queres? Achar que possui poderes, para controle total de sua vida. Não existe acasos, não existem aleatoriedades – só destino – e eu controlo completamente minha vida através de meus pensamentos. Quem não quer que isso seja verdade? Eu adoraria! Iria virar uma bola de gordo, viveria pedindo sanduíches do Subway para o universo.

O documentário não demonstra absolutamente nada de maneira satisfatória. Nem do ponto de vista científico (principalmente) nem do prático. Colocar uma tropa de choque de “pseudo” cientistas para atuar, não basta. Mascarar estudos (como o do efeito placebo, utilizado de maneira completamente descabida) não basta. Encerro por aqui, quase 800 palavras. Quem sabe em um próximo post continuo, ainda há muito a ser dito sobre tamanha palhaçada…

06
mar
10

O Segredo – Parte 1

Quando achava que o mundo não poderia ficar mais patético, eis que me deparo com uma obra literária chamada O Segredo. Inicialmente um livro e depois um documentário. O documentário que eu acabo de ver, dar belas risadas e ficar completamente pasmo. Trago aqui minhas considerações acerca do documentário. Atentai – não li o livro, minhas críticas serão exclusivamente voltadas ao conteúdo exposto pelo documentário. Serão dois posts – Parte 1 explica resumidamente essa catástrofe, parte 2 minhas refutações a mesma. Divirtam-se!

O que é afinal?! Que segredo é esse? Me conta vai!

Bom o documentário fala de um segredo. Segredo esse que foi escondido durante séculos do “povão” e trazido a tona por um grupo de retardados pesquisadores/cientistas. O segredo consiste na complexa “lei da atração”. É tudo muito simples. Seus pensamentos moldam sua realidade. Se pensar em coisas ruins, tomará bomba, se pensar em coisas boas será agraciado. O universo, um grande catálogo, irá prover todos os bens que quiser. Pode pedir! Desde uma bicicleta até felicidade plena. Basta mentalizar corretamente. O filme mostra depoimentos de todos que utilizaram da metodologia revelada, recheados de sucesso e muito dinheiro. Tem um cara que mentalizava vagas em estacionamentos e 95% das vezes elas estavam lá! Esse mesmo cara começou a mentalizar cheques ao invés de contas ao abrir a caixa do correio. Adivinhem? Começou a surgir cheques, sem explicação da onde ou de quem (nenhuma dada pelo filme, que explicasse a origem dos cheques) e o melhor – todos tinham fundos! Mágico!

Metodologia para que o segredo trabalhe para você!

O segredo consiste em três etapas para que você consiga o que quer –

Peça ao universo : Isso. Mentalize sua bicicleta, BMW ou contra-cheque desejado. Não pense no “problema” e sim na solução.
Acredite : Essa é auto-explicativa. Acredite na sua baboseira vontade.
Receba: Yupi!

O universo (que não é definido em momento algum pela porcaria do documentário) é como uma grande entidade, que lhe proverá tudo. Sua função não é existir ou algo mais complexo e sim, servir. Nosso empregadinho cósmico. Da-lhe cavaleiros do zodíaco! Interessante ver a opinião de físicos, médicos e metafísicos todos defendendo o segredo. Legal que eles não demonstram nenhuma fonte de informação fidedigna no documentário, nenhum estudo sério, nenhuma explicação profunda. Conceitos das coisas que afirmam ser verdades como – universo, lei da atração (como funciona sua mecânica) pois se é uma lei física, como a gravidade (de acordo com o filme!) ela teria de ser passível de observação naturalmente. Até onde sei não existem “leis” físicas sobrenaturais. Não se explica no que se consiste essas “ondas” geradas pelos nossos bons pensamentos que agem como imãs. Magnéticas? Faça-me o favor…

O documentário mostra um caso de uma moça, que tinha câncer de mama. Resolveu dia após dia mentalizar a cura e a ver muitos filmes de comédia. Cinco meses depois ela estava curada. Sem quimio, sem radio, nada. Curada.

De acordo com o documentário a principal dúvida que esta imbecilidade atroz filosofia de vida trás é “Da onde irá surgir tanto para todos? Não há coisas suficientes para todos! Imagine se todos mentalizam dinheiro? E ai?” Essa é respondida com muita propriedade pelo Reverendo Predador (o de dreadlocks) “Há basicamente uma mentira que é contada para a sociedade. Como um vírus, que diz que não há o bastante para todos. Acontece que a vida foi feita para ser uma experiência abundante em todos os sentidos, portanto há o suficiente para todos sim!

Basicamente, resumidamente – Tenha fé no universo e o que quiser irá se materializar, seja em forma de solução ou literalmente (vide o cara dos cheques no correio). Este post serviu apenas para explicar resumidamente o que é o “segredo” e como funciona. O próximo post irei demonstrar que esse segredo não passa de uma grande idiotice cunhada afim de enriquecer os autores do livro. Aguardem…




Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.