Arquivo para junho \22\UTC 2010

22
jun
10

Celular = Celulite*

Continuando a onda do post anterior, falando a respeito de vossas QUERIDAS OPERADORAS DE TELEFONIA MÓVEL!

Ontem, por volta das 18h da noite, finalmente conseguimos cancelar a porra da Oi Lixo Total. Precisou vir o Lázarento Ramos para cancelar, pessoalmente a bagaça. Ele se sentiu responsabilizado por tamanha falcatrua e mobilizou atendentes para que o cancelamento fosse feito.

Problema resolvido! Eeeeeeeeeeee! Agora vamos ver a copa e comemorar…

PORRA NENHUMA!

Como mencionado, meu celular foi CANCELADO! Agora a brincadeira, a cerejinha do sundae acabara de começar – Procurar uma nova operadora com custo baixo!

Pus minha roupa, minha armadura de guerra e fui para a rua com meu celular DESBLOQUEADO (entenderão a razão da caixa alta logo a frente) procurar uma loja qualquer para a aquisição de um novo plano. O atendente da Oi havia me dito que mesmo sendo cancelado meu celular, eu poderia reativá-lo e manter o mesmo número. A chamada PORTABILIDADE. Feliz sabendo disso, fui em uma loja e comecei a conversar com a vendedora.

Simpática, me ofereceu mundos e fundos:

– Quero um plano de 50 reais por mês…

– Bem, temos o Tim da Vinci, o Tim infinity, o Tim Megaplus Master, o Tim Harry Master on the floater Bay, o Tim Wee-gee on the Mac-Lee o Tim…

– Quero APENAS um plano de 50 reais por mês no máximo…

Com um pouco de receio, ela puxou debaixo da mesa uma cartelinha empoeirada e desbotada. Abriu-a e apontou para um plano, pouco legível, aquele papel devia ser muito velho:

– Bom, temos esse plano, TIM MISERABILITY, 60 minutos por esse valor durante um ano e depois 50 reais.

– É esse que eu quero.

Com um semblante decepcionado, ela acatou minha decisão e começou a preencher os papéis. Munido de toda documentação logo estava eu contemplando o novo chip e um “É isso! Muito obrigado e qualquer coisa é só reclamar aqui!”

Caralho! Menos de 15 minutos e eu já tinha um celular novo?!?! Impossível! Era tudo lindo, como diria Caetano Veloso. Fui para casa feliz e leve. Chegando lá fui colocar o chip no meu celular DESBLOQUEADO para somente então me deparar com um DIGITE CÓDIGO DE DESBLOQUEIO! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Dai lembrei da Claro. O meu celular era da Claro. Eu desbloquiei o desgraçado e estava usando um chip OI nele todos esses anos. Como caralhos o chip da TIM tava pedindo código?! Lei de Murphy!

Fui pra merda da loja da TIM, procurar uma solução.

– Oi, meu celular tá pedindo um código carniça. Ele era da Claro, mas eu usava chip Oi nele. Que isso?

– Ueh? Deixa eu ver… IIIIIIH! Tá bloqueado mesmo!
– …

– Acontece. É bem raro isso, mas seu celular foi desbloqueado PARCIALMENTE (caralho, como assim?!?!?!?!). Vai ter que levar na Claaaaaaaroooooooooo…

E finaliza a frase com um sorrisinho. A vendedora já sabia o que eu teria a minha frente. Uma nova missão. Agora meu algoz é a Claro e sua burocracia INFINITA. Vão pedir até a minha avó de documentos para executar um simples desbloqueio. Eu pressinto isso.

Vou entrar na loja e os atendentes tramarão entre si:

– Alá! Olha a cara daquele idiota. Iiii ele quer desbloquear o cel?!?! Passa esse otário pra mim! Tá ferrado! Vou lenhar a sanidade dele!

Para quem acredita em boa vontade de atendentes de telefonia móvel, abaixo segue o conselho do Gen. Ackbar…

Difícil…

*Celular = Celulite? Sim! Pois todo bundão tem!
21
jun
10

Teleatendimento – Morra!

Quem nunca precisou cancelar um serviço de telefonia pela merda do telefone? Pois é. Hoje presenciei o pior atendimento por telefone de toda existência da história – Oi/Velox.

Lembro da propaganda na época do Lázaro Ramos falando da porcaria do plano Oi conta Total. Tradução seria OI LIXO TOTAL. O plano não trás vantagem nenhuma e só encarece os serviços prestados. A conta já partia de 280 reais quase, mesmo sem usarmos quase nada do fixo/celular embutido.

Cansados de ser estuprados mensalmente por este valor, resolvemos ligar pra cancelar. Queríamos manter apenas a internet e expurgar o fixo/celular. Ai começava a gracinha…

Tudo começou por volta de 13:00h. Pensamos que ligaríamos pro 0800 e tudo se resolveria. Acontece que ligamos e após uns 15 mins de enrolação nos informaram que o telefone correto para esse tipo de serviço era o 1057 ou 1056, não lembro, algo assim. Ligamos. Fomos enrolados mais uns 20 mins para no final a moça do atendimento dizer que tínhamos de ligar pro 1057(6) de novo! Que mágico! Esse tempo todo estávamos esperando para ouvir isso. Obviamente retruquei “Mas eu liguei exatamente para esse número. Não to entendendo.” E eis que a ligação “cai!” Cai o caralho, a mulher desligou mesmo.

O teleatendimento funciona utilizando 2 regras simples – Paciência e transferências.

Segue abaixo o decálogo de todo teleatendimento –

I         -“Não terá outras prestadoras além de mim.” – Se mencionar a concorrência será obliterado com uma enxurrada de promoções de último minuto.

II       – “Não fará para ti, propagandas de outras prestadoras.” – Pelo motivo citado acima.

III     – “Não tomarás o nome de sua prestadora, de modo difamatório, em vão.” – Sua ligação está sendo gravada!

IV     – “Lembra-te serviço de atendimento 24h. Até no sábado.” – Aham.

V       – “Honre sua mensalidade.” – Se atrasar um pouco é corte!

VI     – “Não cancelarás.” – Se ligar e disser a palavrinha mágica, prepare-se : o apocalipse!

VII   – “Não facilitarás.” – A cada transferência feita, terá de repetir seu nome, telefone e motivo da ligação.

VIII – “Não conseguirás.” – Se insistir em cancelar, será transferido diversas vezes e porventura sua ligação cairá.

IX     – “Não dirás falsas ofertas.” – Nem tente inventar possíveis ofertas da concorrência, eles sabem que é mentira.

X       – “Não cobiçarás coisa alguma do teu cliente.” – Exceto seu dinheiro.

Sabido disso, entende-se o que se passa. Realmente foi um inferno na terra conseguir o cancelamento dessa porcaria. Aliás, nem cancelamento queríamos! Iríamos continuar com o serviço de internet, só cancelaríamos o cel/telefone fixo. Impressionante.

Devo assumir que a Oi está de parabéns! Está cumprindo os 10 mandamentos à risca! Belíssima devoção a estes ensinamentos.

16
jun
10

Typewrite #

“It will never change…” She used to say. Ha! I am pretty sure she would regret that.

Things used to be like heaven. We used to sit by the sands. The blazing sun, embracing us with his glow and the deep ocean waving at our feet. Now she´s nothing more than a simple delusion…

I keep repeating to myself those words, before mindless despair take the last bits of my sanity…well, pretty much in vain…

How i would allow that to happen? With me?! Nonsense!

“Nothing will change…” My ass! It already changed! We got nothing anymore, nothing at all!

She had those green eyes and that smile…

Right now? Nothing but ashes and common collors. He-he! No big deal.

Now she complains about how “perfect” her life is. Translation – BORING! The question is – Why me? Do i got a “solution to your problems” label into my fucking head? I dont think so…

Yet she still see me as some kind of “old-friend-that-will-be-there-for-me-forever”.

Maybe i should make myself more clear. Maybe not.

Yeah, nothing will change. For her.

Everything changed, for me. Things die, as do feelings. Memories? They are just like tombstones. Cold to the touch and empty. Just stones and words. That´s called reality, my friend!

We can´t rewind our life.

Life is no big deal, just a bunch of random events in no particular order. A big dice rolling on the world…

Resolvi postar algo em inglês. Bem, meu inglês aprendi sozinho, então não reparem se o texto for pobre de vocabulário ou tiver alguns erros gramaticais…enfim…

15
jun
10

Menos é mais – Pepsi

Olá pessoas. Bom. Como sabido por todos estou trilhando os tortuosos caminhos do design gráfico. Apesar de minha recente queda por embalagens (projeção, não rótulos) ainda sim, continuo gostando um bocado do visual e desenvolvimento de uma identidade visual e seus elementos. A uns dias atrás fiquei sabendo da “nova” lata da Pepsi Zero, que para minha surpresa não era tão nova assim, eu que sou um tapado e tremendo desligado.

Lata da Pepsi Zero

Como podem ver a nova lata da Pepsi zero, me agradou um bocado. O visual sóbrio e o fundo “cor de lata” ou cinza alumínio ficou simplesmente ótimo. Sempre que olho para essa lata tenha uma impressão de algo futurista ou meio robótico.

Irei listar de maneira resumida pontos objetivos e subjetivos das minhas impressões sobre esse novo design gráfico da lata.

Objetivos:

– Limpeza visual, poucos elementos.

– Ótimo contraste do conteúdo (logo, texto) com o fundo cinza metálico.

Subjetivos:

– Sobriedade maior, poucos elementos visuais.

– Aspecto “limpo”, visual “tech”. Tenho uma forte impressão de assepsia cirúrgica ao olhar esta lata, que possui um aspecto de “aço escovado”. Talvez por associar ao “aço cirúrgico”, mesmo sabendo que a lata é feita de alumínio.

– Atrativo visual. Ao olhar essa lata em meio as outras, creio que ela se destaque com facilidade (ainda não tive oportunidade de verificar isso, pretendo fazê-lo o quanto antes.)

Gostaria de ver mais trabalhos em produtos assim. Vi como ficou o rótulo da 2 litros zero e confesso que não tem o mesmo atrativo. Apesar de ter de se manter a uniformidade do design para uma linha, creio que o foco deste design tenha sido voltado para a lata inicialmente.

Irei voltar a falar sobre design, conforme achar coisas interessantes. Queria poder trazer mais informações acerca do design e dos possíveis caminhos trilhados para se chegar a solução (o rótulo novo) desta latinha, mas me falta muito estudo ainda.

Então por hora é só. =)

12
jun
10

Copa 2010

Olá a todos! Calorosas saudações para aqueles que tem saco e disposição para ler meus posts. A vocês o meu muito obrigado e voltem sempre! =)

Copa 2010! Awww Brasil! Vamos lá seleção! Trazer mais um título! Torceremos afoitos, vibraremos juntos, grande Brasil! Pátria amada e…

PORRA NENHUMA!

Eu mais queria que a copa se fudesse. Infelizmente isso não será possível, então basta eu ressaltar alguns pontos negativos acerca da copa. Os que mais me incomodam.

Brasileiro só lembra que é brasileiro de 4 em 4 anos. Em época de copa vemos as ruas abarrotadas de bandeiras de nosso queridíssimo país de terceiro mundo. Não temos educação decente, mas temos craques de ponta! Não temos hospitais suficientes, mas temos seleção! É por ai que funciona. Ok, até ai “tudo bem.”

O irritante é ter toda nossa rotina adaptada para a copa. Exemplo? Minha faculdade. Minha adorada faculdade adiantou todas as provas em 1 semana por causa da “copa”. Lhe pergunto, por que? Quem achar que ver o jogo do Brasil é mais importante que fazer uma prova, bom que se mate e tire zero. Acontece que esse raciocínio nem sequer passa pela cabeça de um reitor ou quem quer que seja responsável por essa mudança ridícula. Diversas turmas foram prejudicadas, perdeu-se aula de revisão e matéria. A nossa educação como se já não bastasse, boicotada o bastante e mais isso. O país do futebol.

Sem contar no bando de torcedores doentes e fanáticos que ficam “cornetando” ao longo do dia, não importa a hora. Vi num jornal um retardado achando que quanto mais cornetas soarem, maiores são as chances do Brasil ganhar “Pois eles vão ouvir a torcida que tem pra eles!” Certo! Som de cornetas serão fatores decisivos para marcarmos gols! Espero que Dunga tenha algumas junto aos reservas, pra eles ficarem cornetando em beira de campo, quem sabe assim o Brasil ganha.

Minha opinião? Eu quero mais é que o Brasil seja eliminado o mais rápido possível. Perca logo de cara. Volte para o Brasil com o rabo entre as pernas e essa porcaria de copa acabe (para nós pelo menos). Assim as coisas voltam a ser “normais”. Se bem que agora é meio tarde, já já começam as férias de meio de ano.

Nossa vida acadêmica já sofre com 3000 feriados e enforcamentos o suficientes. Mais a copa complica.

Mas que se dane isso. Afinal as pessoas querem mais é festejar, beber e assistir aos jogos. Quem sou eu pra reclamar? Criticar o futebol em um país como Brasil, feito de pessoas que pensam “redondo” seria no mínimo estupidez. É criticar Fidel em Cuba, a diferença que aqui não serei perseguido ou morto misteriosamente por tal. Pelo menos isso. Ufa!

Os custos para os Sul-Africanos foram gigantescos. Todos os estádios construídos superaram os preços iniciais de investimento, que irá somar no final aproximadamente uns 30 bilhões! Quase 5% do PIB sul-africano. Isso tudo só trará retorno a longo prazo (põe longo prazo nisso) com exceção dos estádios, que só irão gerar despesas de manutenção. Isso tudo num país com uma taxa de 20% de desempregados. Por mais que pareça ótimo “isso tudo tem de gerar empregos!” é pouco, diante do massivo investimento. Fonte -> aqui.

E o Brasil tá a caminho de ter a sua própia Copa. Com gastos previstos calculados em 11 bilhões e não há um consenso muito claro que isso será um bom investimento. Diversas variantes estão em jogo quando o assunto é medir “benefícios a longo prazo”. Creio eu, que já temos problemas demais, deficiências demais. Gastar dinheiro com algo assim, não deveria ser uma preocupação de um país de terceiro mundo. Enfim…

Bem, vejamos o que acontece nessa Copa. Para alegria de milhares de brasileiros, espero que minha previsão de que o Brasil perca logo esteja errada.

04
jun
10

Consequência, mas causa?!

Desculpem pelo sumiço. A última semana foi um pouco prego, um trabalho de metodologia, desespero, prazo e no final não fiquei satisfeito com o produzido. Bem, é a vida. O motivo maior, obviamente é minha falta de assuntos para postar. Mencionei anteriormente que não pretendo utilizar esse espaço para apenas encher linguiça, portanto prefiro ficar 10 dias sem postar, do que postar todo dia qualquer porcaria. Igual, peço desculpas aos que acompanham esse pequeno espaço.

Quão comum é vermos amigos, parentes ou pessoas estranhas atribuindo causa a uma consequência? Atribuimos significados a eventos simples. Muita das vezes afim de que possamos entender o motivo de certas consequências, bolamos as mais mirabolantes causas, quando possuem razões bem simples. Por exemplo: Você sai para buscar pão e é atropelado. Se quebra todo, fica em coma uma semana. Danifica sua coluna e precisará de fisioterapia para poder andar novamente.

Mas por que? Eu sempre fui honesto, trabalhador, educado, amável e nunca fiz mal a ninguém! Por que eu?!

O sentimento de indignação começa a proporcionar o combustível para a procura da causa. Sentimento muito bem compreendido e comum em um caso tão drástico como esse. Temos a tendência de nos colocarmos sempre como pessoas privilegiadas, “animais” especiais acima do bem e do mal. Acima da casualidade.

Não nos perguntamos por que zebras morrem todo dia na natureza. “Claro ué, ela tem de servir de alimento para os leões!” Aw que bom! Pensei que fossem dizer que “é por que as zebras eram donas de engenho em vidas passadas, logo merecem sofrer para alcançar a evolução espiritual!” ou “Pois aquelas zebras são muito egoístas, deus agora está ensinando elas a ter humildade.”

Casos assim nós notamos as causas de maneira rápida e quase instantânea. Mas quando é conosco ou com pessoas um pouco mais próximas (em alguns casos nem tanto) nos não conseguimos ter essa clareza de raciocínio. Devido ao sentimento? Talvez. Comum é termos alguma simpatia por membros de nossa espécie? É. Talvez…

O ponto é que todos nós somos assim. Eu sei que muitas vezes sinto esse sentimento de indignação ao saber que uma criança morreu de maneira acidental. Como se crianças possuissem um “passaporte vida-livre-de-maldades” e direitos especiais sobre quaisquer outros seres. Nós possuimos idéias e sentimentos pré-concebidos acerca de coisas. Ver um adulto morrendo não dói tanto quanto ver uma criança. Por que?

Direi um motivo para o contrário:

– Uma criança mal começou a viver, um adulto já tem vida estabelecida e consequentemente pode vir a ser um pai de família que ao morrer deixará uma família inteira sem suporte. A criança deixará uma família triste, o adulto deixará uma família triste + desamparada (financeiramente ou de outro modo).

Isso respeitando uma possibilidade utópica. Sabe o mais engraçado? Me senti mal ao escrever isso. Me senti frio, canalha, sangue-frio. Um psicopata sem sentimenos quase, que analisa quem vive e quem morre por lógica somente.

Seria isso parte do sentimento da indignação?

Essa “lógica” que acabei de exemplificar acima, faz parte da vida de diversos médicos do Brasil da rede pública. Devido a falta de recursos, muitas vezes eles tem de escolher quem vive e quem morre. Para eles não há causa ou consequência boa o bastante para lhes fazerem compreender isso. Não há “punição de vidas passadas” ou “castigos de deus”.

Há um leito e duas pessoas em risco de morte. Apenas. “Brincam de deus” como costumam dizer. Eles lidam com a consequência todo dia, mas onde fica a causa?




Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.