23
jul
10

Up

O caminho havia sido seguido.

Quem disse que acertamos? Nem sempre. Essa é a coisa da vida. Rolamos dados sempre.

São tantas variáveis para que no final, mesmo após ponderarmos muito acabamos errando.

Toma-se um tombo, sente-se a dor. A cabeça pesa. O rosto encharca-se. Os braços tremem e as pernas ficam paralizadas.

De lá debaixo temos duas escolhas – ficar caído ou levantar. Muitas vezes nos confortamos com o descanso de ficar deitado, relaxar o corpo e as pernas. Apreciar o mundo lá debaixo. Facilita muito.

Mas dai nos tornamos vítimas de nossos próprios aconchegos. Deixamos a vida seguir lá em cima e ficamos muito confortáveis aqui embaixo. É tão quentinho aqui embaixo. Criamos quase que uma alternativa da realidade para nosso máximo conforto. Realidades como castelos de cartas – frágeis porém belas. Felizes somos. Lá de cima nos olham e dizem “Que tristeza viver assim…”

Dai alguns resolvem olhar pra cima com afinco. Começam a ver a vida lá em cima. As pessoas atarefadas, de um lado pro outro, mas nem todas tem um sorriso no rosto. Muitos eram como nós. Cairam, se machucaram, mas não quiseram se aconchegar. Ficaram caídas por breve momento. Momento suficiente para suspirar bem fundo e se levantarem novamente.

Agir por mimese essas horas pode ser uma boa idéia. Nem sempre precisamos ter um motivo para levantar. Levantar por si já basta!

Com a cabeça alta temos mais facilidade para enxergar o horizonte e o motivo surgirá.

Suspire bem fundo, tire o pó da roupa e coloque um band-aid na ferida.

Fique de pé e estique o corpo.

Erga o rosto e olhe para o horizonte.

O sol pode brilhar a qualquer momento.

A vida não tem um botão rebobinar…

Anúncios

0 Responses to “Up”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: