20
maio
10

Mediunicos charlatões

Quem nunca ouviu falar de ditos médiuns que no final foram desmascarados?

Pessoas que afirmavam ter um certo dom, que no final não passava de uma bela farsa? Houdini dedicou boa parte de sua vida em desmascarar o maior número desses charlatões possíveis.

Não irei mencionar nomes nem casos famosos desses ditos “sensitivos”, mas irei falar sobre uma das técnicas utilizadas por eles de maneira breve – A leitura fria.

A leitura fria, consiste em que o “leitor” faça um treinamento para que ele possa “ler” as pessoas e obter um feedback nisto. Gestos, movimentos, respostas faciais e qualquer forma de expressão visual que aquela pessoa tenha a respeito de suas perguntas. Induzir a pessoa a lhe dar a resposta, ou pedaços dela é algo muito comum quando analisamos essas “consultas” sensitivas. Abaixo mando um vídeo feito pelo fantástico que exemplifica de maneira clara e direta do que eu falo. O vídeo é um pouco longo, mas vale MUITO a pena ver.

Isso claro, não cobre todos os aspectos e fenômenos mediunicos que temos conhecimento, mas com certeza já coloca uma pá deles ralo abaixo. Bem James Randi tá com o desafio de 1 milhão de doláres para quem demonstrar algum tipo de poder “extra-sensorial”.  Quem tiver afim -> Clique aqui <- Se inscreva e fique milionário! \o7

Peço desculpas a todos pelo post curto e a falta de posts ultimamente. Espero retornar a minha rotina de posts em breve! Grande abraço!

Anúncios

1 Response to “Mediunicos charlatões”


  1. 1 Rodrigo Lopes
    novembro 5, 2012 às 5:09 am

    Caro amigo, com muito respeito li seu post, compreendo as suas conotações e partindo do ceticismo, todos devem acreditar na mesma coisa que ti.

    Mas uma pergunta deve ocupar-lhe a mente ao fazer tais afirmações:

    Seria Chico Xavier uma pessoa que estudou e dominou a leitura fria para se tornar farsante e conquistar… sofrimento de uma vida inteira com trabalhos beneficentes e uma vida extremamente humilde?

    Ao me fazer essa pergunta, eu já descreio que um farsante possa agir, de forma vitálicia, até os últimos dias de sua vida. Em seus momentos plenos de lucidez, e em sua velhice já com seu cérebro cansado.

    Minha suposição é muito simples. Para mim, é muito óbvio que farsantes e charlatões, têm como finalidade algum tipo de benefício. Se considerar Chico Xavier (e não estou dizendo que esteja considerando) um farsante, então ele seria também masoquista, e também portador de diversos outros problemas psicológicos.

    Antes de prosseguir com o comentário, interessante eu dizer que não sou espírita. Não é de meu interesse apenas proteger Chico Xavier, pessoa pela qual me simpatizo pela obra de vida, mas sim de debater contigo no intuito de trocarmos conhecimentos de maneira respeitosa e aberta.

    Pois bem, como mencionou no post anterior, existem sim milhões de farsantes no nosso mundo. Dentre eles, também estão os médiuns e pessoas interessadas em alguma coisa, que tentam conseguir através de domínio de técnicas ocultas para a população vulgar.

    Não é de meu interesse proferir palavras de ofensa para vossa pessoa, e peço desculpas caso o tenha feito, porém sobre uma coisa eu devo discordar de ti veementemente. Não viva sua vida com o máximo de prazeres que puder. Se assim o fizer, passará por cima de muitas pessoas e deixará de ajudá-las por ser “ajuda” uma menção de esforço próprio, esforço esse que não te geraria “prazer”, e sendo assim, esforço descartado pela sua suposta doutrina de vida.

    Não há necessidade a pessoa alguma seguir religião qualquer. As religiões, em sua maioria, são dotadas de equívocos e más interpretações que levam a coisas lastimáveis, dizendo-se das pessoas que as praticam.

    Isso inclui o dominante catolicismo, inclui os evangélicos, e também, o espiritismo. Religião, nos dias atuais, virou sinônimo de arrecadação de renda. Eis o problema aqui. Eis o que leva ao aparecimento de tantos farsantes. Não sei se tu há de concordar nesse aspecto comigo, mas é esta a minha opinião, e em hipótese alguma eu a considero como verdade absoluta.

    Devo citar o meu ponto de vista sobre doutrina de vida: Sustente-se e tenta realizar seus objetivos, sem passar por cima de ninguém. Faça o bem, e o bem lhe será feito.

    Quando atirar uma pedra em alguém, estará alimentando uma futura retaliação. Eis uma frase interessante. Faça o bem, e o bem lhe será feito.

    Agora, quanto aos fatos de reprovar toda e qualquer atividade mediunica, eu creio que respeitosamente poderia te responder da seguinte forma:

    Os bons médiuns, que trabalham em prol de seus semelhantes, realizam tal trabalho com a finalidade de consolar e por vezes auxiliar os desesperados e tentar dar a eles um consolo.
    Em hipótese alguma eles fazem isso para convencer as pessoas que o que fazem é verídico. Por isso, fazer você (e demais céticos) acreditar no trabalho deles jamais será a finalidade deles.

    Se eles tivessem algo a provar, se tornariam como os mágicos que fazem apresentações em festas de crianças, exibindo o “dom” que têm, para encantar as pessoas.

    A finalidade não é essa. Acreditar ou não, nada muda.
    O que eu posso lhe dizer é, algumas pessoas possuem realmente dons que nem você, nem a ciência, e nem ninguém, podem explicar com clareza. Dons esses em diversas partes, como na questão de cura e tratamentos medicinais, ou até mesmo a comunicação de pensamentos. Ou com os tais “espíritos”, quem sabe.

    Citando novamente o próprio Chico Xavier, se lhe for interessante, estude bem a história dele, e verá tantos e tantos casos de coisas sólidas, que não haveria como algum charlatão se aproveitar ou saber, memórias de infância, segredos de família, coisas que convenceram os mais diversos ateus e céticos, pessoas como você, por exemplo.

    Estude muito bem, e talvez entenderá o que quero te dizer.

    Como eu citei acima, eu não faço parte de religião alguma. Eu leio muito, busco o esclarecimento pessoal através de experiências e fatos de outras pessoas, relatados nos livros. Assim como aprendemos cálculos aritiméticos em livros, podemos aprender também sobre quem somos, por que agimos de maneiras distintas (psicologia) e por que temos de passar por certas coisas.

    Mas não sou, de longe, o dono da verdade e nem sequer estou usando os argumentos citados por mim aqui para derrubar os seus comentários.

    Diria a ti, que, partir da negação não é de todo algo ruim, mas insistir na cegueira perante fatos, em si, torna-se uma doença. A doença que todos os céticos enfrentam, a dúvida. Mas eu era como ti, passei 5 anos lendo e, hoje, estou mais esclarecido e posso dizer tudo que sei depois de várias e várias obras das mais variadas doutrinas que possa imaginar lidas.

    O cético que se baseia no achismo e experiência pessoal, que pega matérias de jornais famosos (que por vezes só se importam em abusar do fanatismo por audiência), que utiliza material de youtube e opiniões formadas por um grupo de pessoas, este é o cético ignorante.

    Ele pouco sabe, e muito nega. Pouco conhece, e tudo recusa. Sou feliz por ter me libertado desse tipo de mentalidade, mas, admito que é bem simples e, até mais fácil, seguir desse ponto de vista. Porque quando não se acredita nas coisas, você é dono de si e pode fazer a sua verdade. Quando se está sob juízo de algo, aí não é tão comodo para si. Mas não se preocupe, as minhas, e as suas dúvidas, serão todas esclarecidas no dia em que morrermos. Até lá, espero que possa realizar boas coisas em sua vida e possa fazer o bem às pessoas ao seu redor. Se isso conseguir fazer, já terá sido uma grande pessoa.

    Gostaria de lembrar mais uma vez que não foi na intenção de ofender ou agir de forma ofensiva que fiz esse meu post, mas com a intenção de dar uma opinião diferente da sua para que possa avaliá-la.

    Desejo que possa encontrar a verdade, se é que a procura, e que possa ficar muito bem consigo mesmo quando a encontrar.

    Verdade essa que eu ainda procuro, por não haver nada absoluto entre nós.

    Fique em paz.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: