15
dez
09

Posturas – Espiritismo

Olá pessoal. Espero que tudo bem por ai.

Bom o post de hoje será sobre um assunto que tem surgido um bocado em minha roda de amizades, o Espiritismo e seus mistérios.

Espíritos existem? É possível falar com pessoas mortas? Como explicar Chico Xavier? Como explicar pessoas que trazem recado dos mortos? Como explicar pessoas que ouvem/sentem/vêem coisas?

Essas e outras dezenas de perguntas são comuns entre as pessoas, até mesmo entre alguns Ateus. Apesar de todo meu ceticismo devo dizer que alguns “fenômenos” me intrigam razoavelmente. Algumas vezes já fui indagado, sendo ateu, “Como você explica isso?”. Pois então.

Para começo eu não explico. Não de maneira satisfatória. Máximo que faço é tecer hipóteses acerca de tais fenômenos, mas de maneira cautelosa. Não sei o quão avançados estão os estudos científicos afim de explicar estes fenômenos e neste caso não tenho muito interesse em saber (é uma área que não tenho interesse mesmo em aprofundar.)

Eu vejo/via coisas (isso inclui ouvir, sentir tb). Bem para mim o cérebro humano é muito sugestionável e poderoso. Devido ao estresse ou condições do momento podemos muitas vezes criar coisas muito realistas. Como por exemplo, uma pessoa com uma febre altíssima tende a delirar. Quando estamos com muito medo de algo e escutamos um som qualquer, podemos jurar que ouvimos vozes ou coisas semelhantes. Acho importante uma abordagem mais cautelosa para diferir “sustos” de mediunidade/patologia.

Para o caso de pessoas que mesmo no dia-a-dia (independente de seu estado emocional) tendem a ver/ouvir, eu diria que ao invés de “espiritual” possa vir a ser patológico. Exames neurológicos podem ser grandes aliados na solução e tratamento (caso de fato seja diagnosticado algo). Isso não exclui a possibilidade de “espíritos” existirem ou dessa mediunidade. É algo um pouco “sem respostas” ainda. Ao meu ver na maioria dos casos, as pessoas estão inclusas nas situações citadas acima. Ainda sim temos uma boa parte que não totalmente.

Como de costume, o que me incomoda é a crença que dita verdades absolutas sobre estes assuntos. Enquanto de um lado procuramos respostas para muitas destas perguntas, o espiritismo vem e trás todas elas. Respostas muitas vezes dogmáticas. Reencarnação? Baseado em que eles afirmam isso? Apenas afirmam e não há uma justificativa (que eu saiba, deixar isso claro) que evidencie isso de maneira convincente. Até ai ok, estou apenas descobrindo a pólvora, que religião que não faz isso?

Já fui um simpatizante ao espiritismo, li acho que o livro mais famoso do Chico Xavier o Nosso Lar, mas após me tornar mais cético do que já era, me afastei um bocado. Quanto ao espiritismo tenho uma postura neutra. Diferente do Protestantismo/Catolicismo/Islamismo. Desconheço “espíritas fundamentalistas radicais” e do pouco que conheci não lembro de ver nenhum fanático. Muito pelo contrário, são comunicativos e procuram responder suas perguntas ao máximo dentro de sua doutrina (não digo que não existam, falo de minha experiência, que nunca os vi!). Vale ressaltar que minha experiência com espiritismo se resume a centros espíritas, não participei de rodas nem rituais de incorporações ao vivo, apenas palestras e conversas. Já no Catolicismo/Protestantismo (e suas 20000000000 vertentes, todo dia nasce uma nova igreja um nome novo pra mesma coisa)/Islamismo onde podemos achar fanáticos com muita facilidade.

Sou completamente cético a respeito de misticismos (para mim um dos piores tipos de “crença”) como astrologia, tarô, búzios, vidências e qualquer outra espécie de “estudo” (colocarei assim, para manter um certo respeito para com essas) que diga ser capaz de adivinhar o futuro. Clássica da astrologia, o famoso horóscopo. Putz…desde quando Plutão alinhado com Saturno irá me fazer ficar mais alegre naquele mês? Muitos astrólogos (que chique, não?) virão com dezenas de explicações “As radiações X com as energias Y…” infelizmente param por ai, pois nenhuma delas podem ser evidenciadas ou comprovadas de maneira satisfatória. Para os desinformados, Astrologia NÃO é ciência. Ela pode ser muito antiga (cerca de 3000 AC, quando surgiu, estima-se), mas isso não a valida ou lhe dá credibilidade. E daí que usam matemática? Assumir que planetas afetam nosso humor de lá de longe é outra história COMPLETAMENTE diferente.

Bem, fico por aqui, este assunto tem um bocado de coisas a render ainda. A medida que surgir irei postando.

Anúncios

3 Responses to “Posturas – Espiritismo”


  1. 1 Affonso
    dezembro 17, 2009 às 11:33 am

    opa,
    (só pra esclarecer, eu sou ateu)
    então cara, eu tenho alguns amigos espiritas tb, e um deles esses dias começou a “me provocar”, falando da religião dele… eu já estudei um pouco de espiritismo tb, mas não me convenceu mto.
    só q é realmente dificil vc derrubar os argumentos dele, pq qqer coisa q eles falam foi dito pelos “espiritos”..
    mas qdo eu perguntei “pq um espirito não aparece aki e agora pra me provar q ele existe??? facilitaria mto a minha vida..”, eu recebi uma resposta mto engraçada
    “PQ VC NÃO É IMPORTANTE!”
    iaheihaehiaeihaeihaihae
    desculpinha mais esfarrapada!
    esses tempos eu ando pensando em como derrubar os argumentos dele, mas to meio sem idéias, se vc tiver alguma sugestão me avisa ai
    mto bom seu blog por sinal, parabéns!

  2. dezembro 17, 2009 às 12:43 pm

    Olá Affonso! Primeiramente obrigado por visitar o blog e gostar do conteúdo! Espero poder trazer sempre material de agrado a todos! =)

    Bom um questionamento que eu faço é muito simples – o que eles fazem pensar que um sujeito ao supostamente incorporar está de fato recebendo um espírito?

    No caso de mediuns mais famosos (como o próprio Chico Xavier) a grande curiosidade ao seu respeito era psicografar obras, que ele afirmava não ser deles. Bem ele de fato não tinha escolaridade alguma, mas mesmo assim escreveu mais de 100 livros. Nenhum deles com conteúdo espetacular, mas consiste em um fato “intrigante” igual.

    Infelizmente não tenho sugestões para refutar o espiritismo, mas ao olhar científico (o que não é uma área que eu domino) existem algumas hipóteses que tentam explicar algum destes eventos (já ouvi falar de algumas), mas no geral são um pouco insatisfatórias.

    Acho que a questão chave é que enquanto o ceticismo científico busca respostas para tais eventos, o espírita afirma saber de suas razões de forma a caracterizar uma verdade absoluta. Essa resposta “Você não é importante!” de fato mostra uma falta de argumento para justificar um aspecto de sua crença em espíritos. Como se determina a importância de alguém? Como se quantifica isso para os espíritos?

    O que me incomoda um bocado em qualquer religião é essa “certeza de verdade absoluta” que elas pregam. As coisas SÃO ASSIM e pronto. Os “por quês” tem limite em uma causa máxima. E no caso do espiritismo essa causa máxima também é Deus.

    Sei que não ajudei hehehehehe, mas creio que existem abordagens diferentes. Recomendo dar uma olhada no Ateus.net (lista de links) e procurar tópicos a respeito do espiritismo lá. Tem uma galera muito boa por lá e bem mais informada do que eu. =)

    Abraços!

  3. 3 Affonso
    dezembro 17, 2009 às 2:21 pm

    pois é… eu tb me incomodo com essa certeza.. eu xeguei a perguntar pra ele: “menos d 2% da população brasileira é espírita, sendo q o brasil é um dos principais seguidores dessa religião, pq vc axa q vcs tão certos e o resto td está errado?”
    mas tipo, eu tava pensando nos argumentos pra mim msm.. e não pra tentar converter ele, eu até prometi q não ia mais falar com ele sobre isso, pq eu comecei a zuar dum monte d coisas q ele falava (sabe, ele é mto amigo meu… dai eu impolguei, mas ele não ficou bravo não, hehe)
    mas resumindo, eu estou a procura de informações pra eu mesmo poder esclarecer algumas coisas…
    eu já conheço o Ateus.net faz tempo, mas nunca vi nada específico de espiritismo..
    mas vo dar uma procurada lá
    valeu pela ajuda, e já estou assinando seus feeds, gostei msm do seu blog
    abraços


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: