12
dez
09

Idolatria esportiva

Boa noite a todos! Devo dizer que meus últimos dias foram ótimos e peço desculpas pela ausência.

Como todos sabem o “Framengo” foi Hexacampeão a poucos dias atrás. Sua vitória foi controversa para muitos e várias hipóteses foram levantadas para tentar denegrir ou melhorar a situação do time. Bem, eu literalmente CAGO para essas idiotices esportivas. Não faço a menor vontade de saber se o “Framengo” mereceu o título ou se o Grêmio entregou o jogo. Isso não faz a menor diferença.

O motivo deste post é outro. Salientar a violência incitada pelo fanatismo esportista. Curioso é que o esporte como atividade deveria ser algo positivo e lúdico. Mais curioso ainda é ver como foi um caos generalizado no Rio, Porto Alegre e Curitiba. Torcedores violentos demonstraram suas insatisfações baseadas em seu fanatismo quase talibã para com seus times.

O jornal foi povoado com diversas notícias. Até a venda dos ingressos que os gremistas não procuraram para ver a final do Flamengo x Grêmio foi motivo para porrada. A polícia entrou com muito spray de pimenta e balas de borracha para “resolver” o problema.

Ser “Framengo” ou Fluminense já não é mais uma questão de escolha saudável. Você pode sofrer severas retaliações de torcedores fanáticos (acreditem, não são poucos) por simplesmente escolher o time rival. Legal né? Que saudável que o futebol se tornou.

Sem contar nas inúmeras vezes que tinha jogo de futebol quarta-feira e os torcedores completamente mal-educados que pegavam o 703-D (aqui no Rio) invadiam o ônibus e iam gritando a viagem inteira músicas de idolatria aos seus times. Obrigando a todos os passageiros que estavam indo trabalhar/estudar a ouvir a cantoria. E ai de quem reclamasse, com certeza seria rebatido com agressões verbais ou pior – seria acusado de ser um torcedor do time rival. Aquela coisa meio campanha Bush anti-terrorismo – “Se não é meu amigo é meu inimigo.” Normalmente grande parte dessa “galera” torcendo ativamente, são pessoas altamente alcoolizadas, a famosa “calibradinha” antes do jogo. Será mesmo que ir a um jogo completamente alcoolizado é tão mais prazeroso assim? Eu pensei que bebiasse para se comemorar a vitória ou amargar a derrota pós jogo, mas pelo visto tudo é motivo.

Essa idolatria toda me deixa pasmo. Pessoas que sofrem, choram, brigam, agridem terceiros tudo por um “Amor ao time”. Amor ou doença? Esse fanatismo ao meu ver nem de longe é amor. É patológico, arriscaria dizer. Foi-se o tempo que a rivalidade era coisa exclusiva dos profissionais (os jogadores) em campo. A situação se aprimorou: quando a partida acaba, o “jogo” continua do lado de fora, mas ao invés de fazer gols marcam-se “pontos” arrebentando os torcedores rivais. É, não deixa de ser lúdico…

Sem falar no orkut e comunidades, onde pessoas se dedicam a marcar encontros para as torcidas rivais cairem na porrada. Isso de fato é triste e lamentável, me limitarei somente a estes dois adjetivos a respeito disso.

Só para fins de desencargo, não torço para nenhum time e desprezo completamente o futebol tanto quanto esporte/fenômeno. Indo além, desprezo no sentido de ser indiferente – ou seja – não digo que é um esporte fútil, apenas não acompanho. Mesmo sendo desprezado sou contra essa forma de violência gratuita (em qualquer esporte por sinal). Cito o futebol pois sei que é a paixão nacional e é onde o pior acontece. Infelizmente…

Anúncios

1 Response to “Idolatria esportiva”


  1. dezembro 14, 2009 às 6:28 pm

    Falou quase tudo sobre o que penso do futebol,
    eu gosto, mas sou contra todo tipo de fanatismo
    ai ai
    mandou bem no post
    =]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: