09
out
09

LOL BR – O que é? Parte 2

Olá a todos! Cá estou eu de volta como prometido dando continuidade ao nosso estudo iniciado ontem. Hoje irei explicar um pouco do que seria um LOL BR real. A priori fiquei assustado em perceber essas coisas, corri atrás dos livros de antropologia, sociologia, história atrás de indícios que os LOL BR seriam fenômenos exclusivos online (grande parte devido a inclusão digital feita de maneira porca), mas eu estava enganado. Redondamente enganado.

LOL BR Real? Sim! Má como?!

Por incrível que pareça abri os olhos para essa possibilidade e já notei algumas semelhanças de comportamentos. Por exemplo, certa vez eu estava em um ônibus me encaminhando para a faculdade. Atrás de mim havia uma senhora que falava exaustivamente sobre futebol com a outra, repetindo sempre “Framengo, framengo, framengo…” até ai ok. Normal esse deslize (infeliz). De repente eis que a mesma cidadã em questão manda um “FLUMINENSE!”. Dai pergunto, como alguém não consegue falar “Flamengo” sempre troca o L pelo R (cebolinha ao avesso), mas pronuncia “Fluminense” corretamente? Isso é um indício de algo errado.

Outro ambiente LOTADO de “LOL BRs“, são as faculdades particulares. Quem nunca ouviu um aluno, daqueles vagabundos, super-preguiçosos quando correm risco de perder uma matéria devido a sua vagabundagem extrema (que NUNCA é culpa dele, sempre tem um fator externo o impedindo de ser 100%. Pobrezinho, vítima do destino), virando pro professor e mandando aquela clássica “Você não pode me reprovar PQ EU TO PAGANU!”. O “LOL BR” acredita veemente que essa frase citada é uma máxima quanto a argumentação de que ele deve ser reprovado ou não. Já vi inúmeros professores ao escutarem isso titubear e pensar duas vezes antes de responder. Que porra de mentalidade “LOL BR” é essa?!?! Outro clássico é aquele que “trabalha”. Toda vez que o professor passa um trabalho na faculdade esse cidadão levanta sua voz e exclama “Awww professor pega leve ai pq eu trabalho né!”. Bem creio que quando o sujeito escolheu fazer uma faculdade ele sabia que teria de coinciliar estudos com trabalho. Essa mentalidade de nivelar a turma a falta de tempo dele é completamente “LOL BR“. Se não consegue fazer o trabalho SAIA DA FACULDADE. Não peça para o professor diminuir sua pauta pois supostamente és uma pessoa ocupada.

Na política também. O próprio Lula tem seus momentos “LOL BR“. Evidenciá-los seria bobeira, basta ir no youtube digitar pérolas do Lula ou algo do gênero que você terá um prato cheio.

Deixo aqui uma curiosidade, não consigo deixar de notar a semelhança entre “LOL BR” e o famoso “jeitinho brasileiro“. Seria então isso apenas um novo termo para algo que já existia faz séculos? Deixarei essa intrépida indagação para os antropólogos de plantão.

Creio que muitos pontos ainda a serem abordados. Então deixarei o estudo em aberto. Possivelmente irei retornar ao mesmo no próximo post. Vejamos.

Anúncios

0 Responses to “LOL BR – O que é? Parte 2”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: