25
set
09

Melhor impossível…

Sem delongas, segue ai mais um pedaço da história…espero que gostem! Abraços a todos!

“…Sabiam que não haveria volta. Sabiam demais um do outro, jamais seria igual novamente. Algo imutável, intocável, desenterrado. Não haviam mais segredos, máscaras. Estava tudo acabado. Nada mais poderia ser dito. Naquele momento havia-se dito tudo que era para ser. Suas frágeis mentes não poderiam descrever. Fugia completo e total de suas lógicas, tão habituadas e viciadas. Ela então olhou profundamente em seus olhos, lágrimas vieram a tona, não podia negar o quanto o amava. Ele quis falar, gritar, mas não conseguia. Ele a desejava, queria lhe dizer, como e quanto! Com uma lembrança vaga de um sorriso, então, a princesa virou-se bruscamente, sua trança, a chicoteá-lo com desprezo. Tudo havia mudado!

Algo permanecera intocado. O sentimento de passados distantes. Dias se passaram. Ele determinado, alimentado, obcecado por aquele beijo, por aquela torrente de emoções. Pegou sua mochila, e partiu em sua busca pela princesa. Nada sobre ela, sabia. Seu paradeiro, sua vida, sua reação ao revê-lo. Era tudo novo, fresco. Ele sentia uma enorme felicidade, aquele beijo era um novo começo, uma nova vida para ambos. Seguiu os passos da princesa com um sorriso no rosto. Sentia um certo otimismo, finalmente, encontrara seu caminho, em meio aos passos da princesa…sua querida e doce princesa.

Ponderava consigo mesmo, durante sua incerta jornada. “O que move os relacionamentos? O que nos motiva a ser, e somente ser, tudo para nosso amor? O que nos faz querer aquela pessoa mais e mais, que substância química provoca isso? Que gene? Alma? O que nos faz ser tão exclusivos?”. Ponderava, mas não obtia respostas. Sempre andando em círculos, confuso, cansado resolvera fazer uma breve parada. Encostou-se na maior árvore que viu. O bosque era repleto delas, lindo, recheado de promessas, fresco e incrivelmente livre!

Enquanto observava atento o sol, lembrou da princesa. Antes de tudo acontecer, ele costumava lhe dizer que ela possuía um brilho próprio, que seu sorriso era capaz de aquecer a mais fria das almas. Seus olhares eram capazes de aplacar qualquer dúvida e tristeza que porventura ele sofresse. Antes do beijo…eram amigos, longa data, anos de risadas, relacionamentos externos e cumplicidade. Sentia-se com ela, livre. Ela era livre! Era tão cheia de possibilidades, tão presente, tão diferente, tão leve. A princesa era como o grande bosque que o cercava, estava lá em todo lugar, nas pequenas coisas, mesmo com a distância…”

Anúncios

1 Response to “Melhor impossível…”


  1. 1 F & L
    setembro 25, 2009 às 10:47 pm

    O amor… Ah, o amor, que tal de troço é esse que movimenta corpo e pensamentos, levando gravuras da alma para a marca d`água de um papel (ou seria melhor de uma tela). Ficção? Realidade? Basta ao contemplador apenas o desejo de sobre ele – o amor – pensar. Isso já basta para ser feliz!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: