24
set
09

Mini-Manifesto Ateu

Bem, esse assunto tem perseguido alguns dos meus pensamentos ultimamente. Dia desses assistindo a TV, vi a um programa chamado “30 days”, do mesmo criador do Super Size-me (aquele cara que ficou comendo McDonald 30 dias seguidos). O programa tem a mesma dinâmica do super size me, pessoas são convidadas a vivenciar uma situação por 30 dias, obedecendo certas regras. Este episódio em especial era uma Mãe de 4 filhos, atéia, indo morar por 30 dias em uma casa de religiosos. Bem, ela foi muito bem recebida, mas alguns atritos ocorreram naturalmente. Esses atritos me fizeram refletir certas coisas. Por que a questão da religião é algo tão importante e pior, algo que gera polêmica e atritos entre as pessoas. Preconceito e discriminação.

Uma pesquisa mostrada nesse programa, teve resultados, dos quais eu fiquei pasmo. Quando perguntado a um americano, qual dos grupos escolhidos ele confiaria a filha dele ao casamento, ateus, ficaram disparados, em primeiro lugar campeões. Considerado o grupo mais anti-ético e perigoso de pessoas. Não faço idéia qual razão. Nem mesmo muçulmanos (considerados terroristas para os americanos) causam tanto repudio aos norte americanos.

O que é um ateu? Ateu por definição, é aquele que não possui crenças. Ateus mais radicais afirmam que Deus não existe por simplesmente não haver evidências científicas para tal.  Ateus mais amenos apenas afirmam não crer na existência, mas não afirmam que Deus não existe. Apenas diriam “Eu não acredito, mas não posso provar que não exista.”

Ateus não são menos confiáveis, menos éticos ou possuem desvio de conduta moral. Esse preconceito é radical, como qualquer outro e infundado. Eu sou Ateu e respeito todas as crenças. Discordo de diversas, mas jamais desrespeitaria, ou faria um juízo de valor de alguém com base em suas crenças. Fico pensando na idéia da sociedade pós-teísta, onde as pessoas olhariam para trás e apenas diriam “Olha, como erámos! Discutíamos assuntos bobos que não geravam nada além de discórdia! Tanto faz acreditar em Deus ou não. O que importa é como agimos de fato”.

Bem, queria deixar minha opinião. Respeito todos os credos e aos que não possuem um. Esse assunto é vasto, do ponto de vista filosófico, em posts futuros, pretendo levantar umas questões que considero muito importantes. Textos curtos como prometido, paro por aqui. Por hora!

Abraços a todos! =D

Anúncios

1 Response to “Mini-Manifesto Ateu”


  1. 1 Piroco do Amor
    setembro 24, 2009 às 10:06 pm

    Depois de ler esse artigo denominado de “Mini-manifesto Ateu”, me fez lembrar do nosso ilustríssimo amigo Marco, o qual assemelha o manisfesto a maconheiros, grupos de drogados utilizando bandas e correndo pra lá e pra cá com camisetas do Chê. Desta forma, após ter dado uma risada, venho lhe parabenizar, sim pela exposição de seu pensamento, de sua opinião totalmente construtiva e inteligente, e não por qualquer manifesto, como poderiam julgar-lhe sem antes ao menos terem lido essa comparação, feita dentro de nossa realidade. Por fim, sem bandanas ou manifestos ridículos, os quais muitos dos manifestantes maconheiros se dizem cristãos, venho salientar que não apenas nosso ridículo Brasil, mas como o mundo, tem escassez de hermenêutica para tais assuntos.

    Forte abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Aterro Sanitário

Lixo da Vez - Ronaldo o FENOMENO?!

Oi, queria agradecer ao espaço cedido pelo amigo e também entusiasta da copa, Bocadoogro.
Vocês sabem que eu sempre fui brasileiro desde que nasci no Brasil. Gosto muito do brasil e vou curtir muito assistir a copa do meu telão de cinema na minha casa lá na europa.

Mas vim aqui para um assunto mais importante. Essa palhaçada toda de protesto a respeito de usar dinheiro da copa para fazer hospital. Amigo, repito e disse, não se faz copa com hospital! Precisamos de estádio. Esse dinheiro que foi pro estádio não iria para hospital. Se não fosse pela copa o estádio nem o hospital existiria.

Vocês reclamam de hospital, não entendo! Sempre que fico gripado ou preciso de médico o Sírio-Libânes tá lá de boa. Não entendo essas reclamações. Neste ponto eu apoio meu amigo Pelé, grande sábio. Vamos esquecer essas bobeiras e focar na copa.

Grande abraço para vocês, do Ronaldinho Fenômeno.


%d blogueiros gostam disto: